Colágeno na estrutura da pele

Síntese de colágeno ocorre em fibroblastos (células do tecido conjuntivo). Cadeias separadas são sintetizadas a partir dos aminoácidos, que são então coletados em uma hélice tripla. Celular segrega moléculas de colagénio no espaço extracelular, onde flui o samosabirane específica as moléculas do colagénio com uma estrutura complexa, que consiste em fibras e feixes de fibras que são entrelaçadas em maneiras diferentes para formar uma espécie de suportar uma “rede” de derme (uma das camadas da pele). Graças à capacidade das fibras de se esticarem e aceitarem a sua forma original, elas conferem elasticidade e maciez à pele.

colageno da peleOutra proteína que ajuda o colágeno a criar beleza e saúde – é a elastina. A julgar pelo título, você já pode adivinhar que suas atividades estão relacionadas a manter a elasticidade da pele. Como o colágeno é sintetizado nas células dos fibroblastos e contém uma grande quantidade de prolina em sua composição. A principal diferença de outras proteínas fibrosas é a capacidade de se estender em duas direções. O lugar das luxações finais da proteína – é a derme.

Nada é para sempre

Derma desempenha o esqueleto para a nossa pele, proporcionando-lhe elasticidade, força e alongamento. A sua estrutura pode ser comparada com a combinação de água colchão de molas, onde o papel de molas de jogar colagénio (70-80% da derme) e fibras de elastina (1-3% da derme), e todo o espaço entre elas é preenchido com uma camada de gel mucopolissac�idos ou “glicosaminoglicanos”, por exemplo, �ido hialur�ico (isto ser� discutido no artigo seguinte).

Uma das razões pelas quais o “colchão” subcutâneo começa a se desgastar pode ser a condição de “molas”.

Quais são os obstáculos com os quais estão lutando?

Em primeiro lugar, quanto mais velho o mais velho, mais difícil ele é.

Motor eterno não existe mesmo na natureza, então depois de 35 anos de aniversário, a produção de colágeno (não só a pele) no corpo das pessoas diminui muito. O nível de elastina atinge o seu máximo durante a adolescência e juventude, e então, aos 23-25 ​​anos, a síntese de elastina diminui. Em tenra idade, a derme contém muita água associada com glucosaminoglicanos, de modo que as fibras de colágeno são capazes de inchar e acumular umidade. Gradualmente reduz a quantidade de glucosaminoglicanos e com eles a água desaparece. Como resultado, as fibras de colágeno formam feixes grossos, grosseiros e ainda quebradiços. Particularmente as fibras elásticas também são destruídas.

Encontrar mais colágeno na pele

É necessário saber que a pele é nutrida e nutrida tanto no exterior como no interior. Não há tais cosméticos ou técnicas que possam compensar a nutrição inadequada e inadequada. Uma vez que este site é totalmente dedicado aos métodos naturais, listamos os alimentos que tornam possível encontrar mais colágeno na pele. São eles: peixe e frutos do mar, canja de galinha e frutas cítricas (limão, laranja, tangerina, grapefruit …). Consumir esses alimentos contribuirá para que nossas cabras pareçam mais jovens, frescas e, é claro, lutem menos e mais lentamente.

Como usar o colágeno para o rosto e articulações

Se o colágeno facial é indispensável em cosméticos, ele confirmará inúmeros produtos caros em perfumaria. Você vai notar isso entre os ingredientes nas declarações de muitos famosos cremes e loções. Muitos programas antivírus e guerras de combate são inconcebíveis sem ele. Muitos atributos do envelhecimento são atribuídos à sua falta de cuidado.

Eles chamam de cola para a pele, pois partes do corpo se fundem em um todo funcional. Talvez você nem soubesse que ele era, na verdade, um guardião da saúde geral. Protege nossas articulações e ossos, restaura cabelos danificados e é, sem dúvida, um dos fatores mais importantes para a elasticidade e beleza da pele . Este composto proteico participa na construção de tecido conjuntivo, mantém o sistema cardiovascular e afeta o funcionamento adequado do trato digestivo. No artigo abaixo, estude como compensar o colágeno naturalmente e descubra quais alimentos ele tem mais.

O que é colágeno e qual é a sua função

Quando se trata de colágeno, muitos primeiro pensaram sobre a pele brilhante e nutrida e a publicação da guerra por anos. De fato, o processo de produção e renovação diminui com o tempo. Além de tê-lo na pele, participa na formação de tecido conjuntivo, tendões, ligamentos e ossos. Por outro lado, ajuda a construir cartilagem . Colágeno para as articulações é simplesmente um ingrediente insubstituível. Sabe-se que sua escassez ao longo dos anos reflete tanto a dor nas articulações e sua condição. Clique para saber sobre colageno renova 31 onde comprar.

Os fatores que causam impotência ou disfunção de órgãos vitais

Delyuzar disse, os fatores que causam impotência ou disfunção de órgãos vitais masculinos incluem anormalidades nos vasos sanguíneos, distúrbios neurológicos, drogas, anormalidades penianas, problemas psicológicos que afetam a excitação sexual e muito mais.

“Aumentar a idade, quanto maior o homem tem impotência. Se os fatores de apoio para alcançar uma ereção são geralmente devido a fatores psicológicos, saúde física e fatores situacionais”, disse ele.

Esses três fatores, acrescentou ele, determinam a capacidade de atingir uma ereção normal. Embora a estimulação sexual seja alta ou grande, mas se o estado mental não é calmo e a condição física não é normal, é difícil conseguir uma ereção difícil. Às vezes, muitas pessoas se confundem, por que a ereção não é dura, embora tenha sido detectada há muito tempo e seja muito apaixonada pelo casal. Uma razão é porque esses fatores não suportam a ocorrência de um processo de ereção difícil.

As drogas usadas para tratar outras doenças são responsáveis ​​por cerca de um quarto da disfunção erétil. Essas drogas incluem drogas para hipertensão, doenças cardíacas, sedação e redução da depressão, diuréticos, hipercalcemia, drogas para emagrecer e muito mais. Consumo de álcool, nicotina e drogas são outros fatores nesse grupo. Parar a medicação pode restaurar a condição, mas requer consulta com o médico assistente.

Cirurgia na pequena bacia. E trauma pélvico pode danificar os mecanismos de ereção. A prostatectomia radical, bexiga radical, cirurgia da próstata devido à benigna, resseção do recto, por várias razões, a cirurgia, os vasos sanguíneos, grande cirurgia pélvica, ossos da anca (por exemplo abate osso ilíaco – sacro) pode resultar em danos para os mecanismos de montagem devido a inervam lesão, vasos sanguíneos Ou uma combinação de ambos. Lesões na pelve causadas por acidentes de viação, quedas de altura e lesões de armas são responsáveis ​​por 10% dos danos à ereção.

Por outro lado, na velhice, ambos são igualmente importantes, a alma deve ser calma e gostar do casal. A condição física deve ser normal e fresca. Se você está fisicamente cansado, a ereção não pode ser difícil. Ironicamente, às vezes os pacientes não estão cientes de sua condição física cansada, especialmente pessoas que têm idade e estão acostumadas ao trabalho duro ou que gostam de trabalhar duro.

Problemas de ereção mais pronunciados

DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil é a incapacidade contínua de manter uma ereção suficiente para uma relação sexual completa. Pesquisas mostram que homens idosos têm problemas de ereção mais pronunciados. Um estudo recente dos EUA descobriu que cerca de 60% dos homens na faixa dos 50 anos conseguem uma ereção e, aos 70 anos ou mais, 33% dos homens têm ereções normais. Muitos fatores de risco estão relacionados à disfunção erétil, incluindo diabetes, pressão alta, tabagismo, colesterol elevado no sangue, procedimentos cirúrgicos, trauma, depressão e abuso de drogas.

Por exemplo, homens com diabetes têm uma probabilidade tripla de ter problemas eréteis do que aqueles sem diabetes. Hipertensão e outras doenças com vasos sanguíneos (aterosclerose, doença hormonal, acidente vascular cerebral) estão entre as causas mais comuns de disfunção erétil.

A disfunção erétil pode resultar em ansiedade, depressão, perda de crença em seu valor e perda de auto-estima. O tratamento da disfunção eréctil pode resultar em uma melhoria significativa na qualidade de vida.

Embora se pensasse anteriormente que a maioria dos homens que sofriam de impotência era a causa da esfera psíquica, hoje sabe-se que a verdade é completamente oposta. Normalmente a impotência causa-se pelos fatores médicos mencionados. No entanto, entende-se que há menos homens que possam ter dificuldade de ereção devido a várias formas de ansiedade, depressão, inibição sexual, conflitos nas relações interpessoais, etc.

Várias opções terapêuticas estão disponíveis, e as modificações necessárias no estilo de vida são um bom começo. Pacientes com diabetes devem ser encorajados a aderir conscientemente a terapias, crianças e exercícios. Se os problemas eréteis estão relacionados ao estresse ou ao medo do desempenho sexual, a ajuda e o apoio psicológico podem ser a única coisa necessária.

Existem várias opções para quem tem impotência orgânica. Assim, por exemplo, um dispositivo médico que funciona com base no vácuo resulta em uma pressão negativa no pênis, o que permite um aumento do fluxo sanguíneo. Há também injeções que são dadas diretamente no pênis e que causam a ereção. Informações básicas sobre o uso dessas injeções devem ser dadas por um médico.

A testosterona é útil na disfunção erétil, mas apenas naqueles homens que não produzem testosterona suficiente em seu corpo. Hoje existem várias preparações orais para o tratamento da disfunção erétil no mercado. Eles não devem ser usados ​​em pessoas que tomam nitroglicerina ou drogas à base de nitrato para o coração ao mesmo tempo.

Fatores de risco para disfunção sexual

Fatores de risco para disfunção sexual

Pessoas com 40 anos ou mais podem facilmente ser infectadas com esta doença.

Existem doenças associadas à aterosclerose, como hipertensão , diabetes ou doença cardíaca.

Fumar porque fumar pode danificar os vasos sanguíneos

Menos níveis de testosterona Porque os hormônios sexuais masculinos estimulam o humor sexual

Vários acidentes Isso causa úlceras ao redor dos vasos sanguíneos Ou nervos que vão para o pênis Causando o sangue incapaz de alimentar o pênis

O estresse tem um efeito importante sobre esta doença. Especialmente pessoas com esta doença em idade jovem

Excesso de peso

Como tratar a disfunção erétil

Se a testosterona cair Vai dar hormônios para ajustar o equilíbrio Para responder melhor a estímulos

Bom hormônio Mas não pode durar muito Porque os vasos sanguíneos contraem Permitirá que a substância permaneça enrugada para impedir que os vasos sanguíneos encolham Atualmente, existem muitos tipos de opções, como relação sexual pré-sexual, 1 hora de relação sexual, medicação de 1 dia de antecedência e uma pequena dose Pode ser comido todos os dias Este grupo de drogas não é uma droga sexual. Mas ainda está enrugado.

Se a droga não é eficaz, use apenas uma pílula ou injeção. Para fazer os órgãos se expandirem Ou vai optar por usar um cilindro de vácuo Bombeamento de vasos sanguíneos.

No caso de uma idade mais velha Não pode endurecer em tudo Pode realizar a cirurgia Para colocar o pênis artificial em um pequeno tubo macio para poder endurecer.

ED. VOCÊ É? QUAL TIPO .. QUE ESTÁ SOB A DISFUNÇÃO ERÉTIL

A disfunção erétil, comumente conhecida como disfunção erétil, é uma condição na qual o pênis não pode ser completamente erigido durante a relação sexual. Esse sintoma pode ocorrer com homens de qualquer idade. Mas é freqüentemente encontrado mais com a idade

O mecanismo de ereção do pênis é bastante complexo, isto é, estímulos estimulam o cérebro a enviar sinais através da medula espinhal. Esses sinais estimulam a liberação de substâncias químicas que enviam informações aos vasos sanguíneos para enviar sangue ao pênis.

A causa da disfunção sexual pode ser causada por tropeços em qualquer um dos passos mencionados acima. Que pode ser causado por problemas físicos ou mentais.

ênis.

Uma causa mental da disfunção erétil

Uma causa mental da disfunção erétil é quando a estimulação sexual em resposta à atividade sexual intencional produz sinais inibitórios da ereção mais fortes do que os sinais nervosos promotores da ereção.

Causas orgânicas

Nas causas orgânicas da disfunção erétil, distinguimos:

Distúrbios no suprimento de sangue ou fluxo sanguíneo (causas vasculares)

Danos no sistema nervoso central ou periférico (causas neurogênicas)

Desordens hormonais (causas endócrinas)

Danos ao tecido cavernoso (causas cavernosas)

Causas psicológicas

Estresse, ansiedade ou ansiedade de desempenho são causas comuns de problemas de ereção. É comum que você se dê bem quando faz sexo. A imprensa pode até levar ao medo de cometer erros e se livrar deles. Estar perto de outras pessoas pode parecer uma situação vulnerável e o medo de como ir pode levar a problemas de ereção.

Se você tiver um problema uma vez, isso pode criar um medo de que isso aconteça novamente, o que significa que você fica difícil com a ereção. Mas se a ereção funcionar durante a masturbação ou se você tiver uma ereção durante a noite, você não precisa se preocupar com algo sendo fisicamente errado.

Uma maneira de lidar com o problema é recusar o intercurso vaginal e anal durante um período. Apenas a relação sexual é demasiada associada à realização e também é uma técnica que requer uma ereção forte para poder ser realizada. Sexo sexual e oral não faz as mesmas exigências e não importa se é um pouco frouxo, sexy pode ser bom de qualquer maneira.

Pressão arterial elevada, níveis elevados de lípidos no sangue, arteriosclerose (aterosclerose)

Diabetes (diabetes mellitus)

Distúrbios neurológicos: esclerose múltipla (EM), mal de Parkinson

Operações na pélvis: na próstata, intestino, bexiga e hérnia inguinal

Hérnia de disco, lesões na coluna vertebral ou pélvis, paraplegia

Excesso de peso, apnéia do sono

Problemas de fígado e rim

Fumar, abuso de álcool, uso de drogas

Efeito colateral de drogas

Exame sobre impotência

álcool, se você tiver alguma doença ou algum remédio.

Após a conversa, o médico examina seu pênis e escroto, mede sua pressão arterial e recebe algumas amostras de sangue.

Se o problema for devido a problemas emocionais, você pode obter ajuda para entrar em contato com um especialista.

Tratamento de impotência

Nos últimos anos, drogas eficazes para a impotência vieram. Eles melhoram a ereção, mas não curam a causa dos sintomas.

O que é disfunção erétil?

A disfunção erétil (impotência) significa que você não pode obter ou manter uma ereção do pênis que seja suficiente para ter uma boa relação sexual. Uma disfunção erétil é independente da capacidade de ejacular e não tem nada a ver com a fertilidade do homem. Cerca de 17% dos homens na Holanda, a partir dos 18 anos, apresentam problemas ocasionais ou regulares com disfunção erétil.

Causas

Impotência ou disfunção erétil podem ter causas físicas, mas também podem ser o resultado de uma causa mental (psicológica). No entanto, se a micção não sexual estiver faltando, é mais provável que exista uma causa física. Além disso, fatores de estilo de vida podem causar impotência.

Causas físicas

Existem muitas causas físicas, mas a mais comum é que o fluxo sanguíneo para o pênis não é bom. Outras causas são:

excesso de peso

colesterol alto

hipertensão arterial

diabetes (diabetes)

níveis hormonais muito baixos

problemas neurológicos

irradiação da próstata

uma cirurgia de próstata.

Fatores de estilo de vida

Além de causas físicas e mentais, fatores de estilo de vida também podem causar disfunção erétil. Esses fatores de estilo de vida são:

fumar

uso de drogas

estresse

abuso de álcool.

Tratamento da disfunção erétil

O sexólogo geralmente desempenha um papel central no tratamento. Medicamentos também podem ser eficazes em vários casos. Você também pode optar por terapia de auto-injeção em consulta com o seu urologista. Aqui você injeta a medicação no corpo inchado do pênis. O medicamento injetado causa uma dilatação dos vasos sanguíneos e um enfraquecimento dos músculos. Isso torna possível obter uma ereção.

Problemas de ereção

No caso de um problema de ereção, o pênis não fica rígido ou não consegue manter o pênis forte o suficiente durante o ato sexual. Fala-se de um problema de ereção apenas quando ele repetidamente falha em obter ou manter uma ereção. Os problemas de ereção também são chamados de impotência ou “disfunção erétil”. Eles podem ocorrer em qualquer idade e são de natureza temporária ou de longo prazo. A causa pode ser física ou psicológica, ou uma combinação de ambos.

Não tenha medo das gorduras boas

A gordura boa que recebemos de alimentos (abacate, nozes, peixe gordo) é necessária para o bom funcionamento dos hormônios, especialmente quando atingem a idade de 40. Ele ajuda na saciedade e fornece valiosas Omega-3 ácidos graxos ajuda no bom funcionamento do coração. Tenha cuidado para evitar ácidos graxos saturados e trans.

Concentre-se mais no que você come

Quando você está ocupado com o trabalho, as crianças e a casa colocam comida no fundo e você pode ficar tentado a comer alimentos ricos em açúcar e gordura. O que você precisa fazer é se concentrar um pouco mais na quantidade e no tempo que você faz para consumir sua comida. Tente não comer junk food e mastigar as mordidas várias vezes.

Dieta muitas vezes promete uma grande perda de peso em pouco tempo, mas muitos infelizmente experimentam um ganho de peso igualmente grande (ou maior) depois. Este tipo de dieta é tipicamente caracterizado por um princípio dietético mais ou menos rigoroso e outras regras alimentares (por exemplo, dieta com baixo teor de gordura, baixo teor de carboidratos, jejum) por um período limitado.

Dieta muitas vezes envolve uma grande reviravolta de sua dieta e para muitos é difícil conciliar com os princípios da dieta ao longo do tempo. Muitos vão sentir falta de alguns alimentos, pode ser difícil comer com os outros ou muitas pessoas simplesmente acham que é muito MUITO difícil. Mas não tenha medo – existem outras maneiras de perder peso. Se a dieta fosse o caminho a seguir, não seríamos todos magros?

Ao contrário dos galpões de perda de peso, a chamada mudança de estilo de vida – ou seja, onde você muda seu estilo de vida para melhor. É caracterizada por pequenas a moderadas mudanças nos hábitos alimentares, onde você mesmo pode influenciar grandemente o que sua dieta deve consistir. A vida é linda, aproveite.

Geralmente está associado com dieta e perda de peso

Toranja

Geralmente está associado com dieta e perda de peso. Metade de grapefruit contém apenas 39 calorias, mas fornece 65% do consumo diário de referência para a vitamina C. Variedades vermelhas também fornecem 28% da vitamina A RDA.

Além disso, a toranja tem um baixo índice glicêmico (IG), o que significa que libera o açúcar em sua corrente sanguínea mais devagar. Uma dieta com baixo IG pode ajudar na perda de peso e manutenção do peso, embora as evidências sejam limitadas.

Em um estudo de 85 pessoas obesas, comer toranja ou comer suco de toranja antes das refeições por 12 semanas levou a uma diminuição na ingestão de calorias, uma redução de 7,1% no peso corporal e uma melhora nos níveis de colesterol. Além disso, uma revisão recente mostrou que o consumo de toranja reduziu a gordura corporal, a circunferência da cintura e a pressão arterial em comparação com os grupos controle. Enquanto grapefruit pode ser consumido por si só, é um complemento perfeito para saladas e outros pratos.

Bagas

Bagas são pobres em nutrientes. Por exemplo, um copo de 1/2 (74 gramas) de mirtilos contém apenas 42 calorias, mas proporciona 12% da dose diária recomendada para a vitamina C, mangan, e 18% para a vitamina K. Um copo morangos (152 gramas ) contém menos de 50 calorias e fornece 3 gramas de fibra dietética, bem como 150% da vitamina D e quase 30% do manganês. As bagas também demonstraram estar saciadas. Um pequeno estudo descobriu que as pessoas que receberam um lanche de fruta de 65 calorias comeram menos alimentos na próxima refeição do que aqueles que receberam doces com o mesmo número de calorias.

Além disso, a ingestão de bagas pode ajudar a baixar os níveis de colesterol, reduzir a pressão arterial e reduzir a inflamação, o que pode ser particularmente útil para pessoas com excesso de peso. Bagas frescas e congeladas podem ser adicionadas a cereais ou iogurte no café da manhã, misturadas perfeitamente com limão, misturadas com produtos torrados ou jogadas em uma salada.

Fruta de Abóbora

Fruta de abóbora, também conhecida como drupas, é um grupo de frutas sazonais com um exterior carnudo e um buraco no interior. Eles incluem pêssegos, nectarinas, ameixas, cerejas e damascos. As frutas de abóbora são de baixo IG, baixas em calorias e ricas em nutrientes, como as vitaminas C e A, que as tornam ideais para pessoas que estão tentando perder peso. Por exemplo, um pêssego médio (150 gramas) contém 58 calorias, enquanto 1 xícara de cerejas (87 gramas) fornece 87 calorias e duas ameixas pequenas (120 gramas) ou quatro damascos (140 gramas) têm apenas 60 calorias.

Em comparação com lanches não saudáveis, como batatas fritas ou biscoitos, a fruta do amendoim é uma opção de preenchimento mais nutritiva e densa. Frutas de abóbora podem ser comidas frescas, cortadas em saladas de frutas, misturadas em uma refeição rica com mingau, ou até mesmo grelhadas ou adicionadas a pratos condimentados, como feijão.

O objetivo final para o aumento do pênis é:

O objetivo final para o aumento do pênis é conseguir a alta qualidade das ereções que podem se tornar maiores sob demanda e controle da ejaculação. Veja como você chega lá …

Massagem do eixo e da base do pênis por cinco segundos para acelerar o metabolismo da testosterona, DHT e HGH.

Mantenha uma ereção por pelo menos 20 minutos para reabastecer seu pênis com testosterona suficiente, HGH e prostaglandina E1 para expansão. Os órgãos genitais inchados continuarão bombeando sangue fresco para o tecido esponjoso para crescimento. Quando combinado com um aumento na testosterona, os nutrientes aumentarão o comprimento e a circunferência.

Contraia seu ânus enquanto inala. Durante os 20 minutos de espera de uma ereção, você deseja executar essas técnicas de respiração para ativar fatores de crescimento e hormônios no tecido esponjoso.

Ao contrário de outras técnicas de ampliação do pênis, a cirurgia de aumento do pénis pode funcionar. No entanto, existe uma ampla gama de riscos, que qualquer pessoa interessada nesta análise deve considerar seriamente. Em muitos casos, os resultados da cirurgia podem ser menos impressionantes do que o esperado.Muitos dos resultados são modestos, mas uma certa mudança no tamanho pode ser vista – então vale a pena chegar a uma sala de cirurgia com expectativas realistas. Cirurgia de Extensão Peniana A extensão peniana é uma cirurgia menos popular em comparação à sua extensão. Este é frequentemente um procedimento complexo e perigoso. Este procedimento é para homens que têm uma ereção com duração de até 10 cm durante uma ereção, durante a qual o cirurgião plástico corta um ligamento que conecta o pênis à pélvis e alivia a tensão na área. alongamento do pênis todos os dias durante seis meses – este é um processo longo e tedioso por todas as contas. análise da expansão do pênis.

No passado, a técnica original para o aumento do pênis era tomar gordura de outra parte do corpo e injetá-la no pênis. No entanto, esta análise nem sempre funcionou porque a gordura foi parcialmente absorvida e deixou um pênis irregular. Na versão mais recente desta técnica, tecidos especiais retirados de uma pessoa morta são usados ​​e inseridos no pênis do paciente. Existem também outras técnicas, como silicone líquido injetado diretamente no pênis e vários outros métodos menos comuns.